neonews Portal de notícias e entretenimento

Whatsapp terá ferramenta de "Comunidades"; veja mais sobre o que é a função

Opções dentro do aplicativo terão reações com emojis, chamadas de vídeo com mais de 30 pessoas e mais



(Meta/Reprodução)


Depois do Twitter implementar a função das Comunidades dentro do app, agora é a vez do Whatsapp entrar na onda da nova modalidade de grupos. A adição da ferramenta no aplicativo de mensagens foi confirmada na semana passada, e deve chegar no Brasil a partir do ano de 2023, depois das eleições.


Nas Comunidades, os usuários do Whatsapp poderão encontrar grupos diversos sobre algum assunto específico, e interagir com pessoas que tenham os mesmos gostos. A partir disso, o app oferecerá funções e mecanismos que facilitem as interações, como criar subgrupos, notificar avisos importantes, e a opção de administradores mexerem nas mensagens dos participantes


Veja aqui também: TikTok | Saiba o que é a "Effect House", nova ferramenta com função de realidade aumentada



Algumas funções que estarão presentes nas Comunidades do Whatsapp (Tecmundo/Reprodução)


No próprio blog do Whatsapp, a Meta fez a seguinte descrição do lançamento:


As Comunidades do WhatsApp permitirão que as pessoas reúnam grupos relacionados sob uma mesma estrutura que funcione para elas. Dessa forma, os participantes poderão receber avisos enviados para toda a Comunidade e organizar grupos menores (...) e também contarão com novas ferramentas avançadas para admins, como o envio de avisos a todos os participantes e o controle de quais grupos podem ser adicionados.


Além das Comunidades, Whatsapp vai melhorar as funções dos grupos no aplicativo


Fora isso, o Whatsapp planeja entregar algumas outras funções dentro das Comunidades no mensageiro. Nas próximas semanas, as seguintes ferramentas estarão disponíveis para os grupos do app de modo geral, e não só para aqueles que fazem parte da ferramenta inédita:


  • Reações com emojis, para que os usuários possam expressar opiniões sobre as mensagens do chat de um jeito diferente;

  • Administradores poderão apagar mensagens de outros membros de um grupo, que possam ser consideradas inadequadas para os participantes;

  • Compartilhamento de arquivos de até 2GB, para que projetos maiores possam ser postados nos grupos;

  • Chamadas de voz com até 32 pessoas ao mesmo tempo.


As mensagens dentro do aplicativo continuarão privadas, protegidas por criptografia. Com a atualização, o Whatsapp diz querer ajudar "os grupos que fazem parte do nosso dia a dia", ao invés de investir em espaços que incluam milhares de pessoas simultaneamente (como é o caso dos canais do Telegram, aplicativo rival).



Você também pode gostar:

Google está em 1º lugar entre as marca mais influentes de todo o Brasil
CCXP 2022: Confira os valores dos ingressos para o evento que acontece em dezembro


Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop, cinema, séries, um pouco de mistério e muito mais? Acesse o nosso Instagram para ficar por dentro do assunto!

Sem Título-1 (1).jpg
versao_branca.png
Conteúdos originais produzidos de ponta a ponta pela vertente de entretenimento construída pela neoCompany que reúne o que há de melhor sobre uma gama de assuntos que com certeza vai te conquistar. Conheça o portal neonews e os neoriginals!