neonews Portal de notícias e entretenimento

ESPECIAL EMMY 2021 | Crítica: "PEN15" é estranhamente o mais do mesmo, mas diverte

Série de Maya Erskine e Anna Konkle está no 2º ano, e apresenta os dilemas da adolescência de uma maneira "cringe"



Há algumas séries de comédia que não têm responsabilidade alguma de serem inovadoras, ou extremamente marcantes. Não é sempre que encontramos algo como "Chewing Gum", "Fleabag" ou "Hacks" para assistir, e está tudo bem; o intuito da produção não é este. Quando falamos sobre "Pen15", série original do serviço de streaming Hulu, a encaixamos como um exemplo de projeto que não nasceu para se tornar um marco das comédias.



E isso talvez aconteça pelo fato do projeto ser engraçado de forma incômoda, e feito para escrachar-se por si só. Em "Pen15", conhecemos as adolescentes Maya e Anna, vividas pelas próprias criadoras do seriado, e que estão entrando na adolescência: se interessam por relacionamentos, experimentam várias coisas pela primeira vez, e precisam enfrentar colegas e professores.


Tudo isso é apresentado de uma forma que beira o absurdo, mas que no universo da série faz total sentido.


Maya Erskine e Anna Konkle são ótimas nos papéis das jovens. Como dito acima, "Pen15" não é uma comédia para se levar tão a sério, e as criadoras sabem disso (apesar da presença de algumas pautas importantes que surgem aqui e ali, como a distorção de imagem e o bullying). No roteiro, na escolha do elenco e na ambientação da série, "Pen15" é feita para te deixar rindo pelo nível de "cringe" presente.



E o espectador acha graça das tiradas estranhas no enredo. É como assistir a um episódio de Saturday Night Live durante duas temporadas; porém, isso não é um demérito. É válido ressaltar outra vez que "Pen15" não tem a intenção de carregar seriedade, um humor extremamente ácido ou cenas icônicas das personagens quebrando a quarta parede. Ela quer apenas tirar algumas risadas de você.


Sobre outros aspectos de "Pen15", é interessante comentar a respeito da ambientação do seriado. O estilo dos anos 90/2000 é uma característica intrínseca, e a internet discada nas casas de Maya e Anna vai deixar o público nostálgico. As roupas, as referências e a atmosfera da série lembram os filmes que de fato foram gravados na época, e que são os preferidos das protagonistas também.



No mais, "Pen15" é o mais do mesmo. São "jovens" (com muitas aspas, já que Maya e Anna são adultas vestidas de crianças no cast formado por atores mirins) passando pelo coming of age, e com alguns momentos de risadas como complemento. Mas a série se propõe a isso, e a indicação ao Emmys 2021 é merecida pela série, de fato, te fazer rir.


As críticas sociais do seriado do Hulu são bem implícitas, e o importante é a comicidade dos trejeitos engraçados e a amizade fiel entre as garotas. "Pen15" é descompromissada, divertida e boba, no melhor sentido da palavra.



Não se esqueça de conferir o especial do Emmys 2021 aqui no Portal neoNews, com críticas, curiosidades e especiais sobre as principais séries da premiação! A cerimônia do prêmio acontece no dia 19 de setembro.


Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop e o mundo das séries? Acesse o canal do Portal neoNews no Telegram!


Sem Título-1 (1).jpg
versao_branca.png
Conteúdos originais produzidos de ponta a ponta pela vertente de entretenimento construída pela neoCompany que reúne o que há de melhor sobre uma gama de assuntos que com certeza vai te conquistar. Conheça o portal neonews e os neoriginals!