neonews Portal de notícias e entretenimento

Entenda como a Apple conseguiu crescer mesmo durante uma crise global

Em release publicado na última quinta-feira (27), a gigante da tecnologia divulgou um aumento de 11% de receita



A cada novo lançamento da Apple a internet transborda de comentários sobre uma "falta de inovação" da empresa, algo que se tornou uma das marcas registradas da maçã quando era comandada por Steve Jobs. Mesmo que esse poço de criatividade e disrupção tenha aparentemente se acalmado, os números não mentem, e a gigante da tecnologia, agora comandada por Tim Cook, nunca esteve tão grande quanto agora.


Na última quinta-feira (27) foi divulgado em um release destinado a imprensa, o mais novo levantamento fiscal da empresa, e os números são de cair o queixo: US$123, 9 bilhões de dólares (ou cerca de R$ 690 bilhões de reais, em conversão direta). Este número foi o mais alto de todos os tempos da empresa (com um aumento de 11% desde o último levantamento), e indo de encontro com os críticos, o próprio Tim Cook comentou que estes números só foram possíveis graças a "linha de produtos e serviços mais inovativa de todos os tempos".



Leis também: Assista ao novo episódio do neoTalk e leia + sobre Gestão de imposto, dinheiro no bolso



Há alguns anos também a Apple é listada como a empresa mais valiosa do mundo, e este ano no ranking Global 500 da Brand Finance a empresa novamente está na primeira posição, porém neste ano contou com uma valorização de 35%, atingindo o número recorde de US$ 355,1 bilhões de dólares.


Tanto crescimento e valorização em meio a uma pandemia global, e uma crise de produção de chips, é de se estranhar, ao mesmo tempo que se tornou normal, visto que em todas as crises econômicas que o mundo sofreu nos últimos anos, aqueles que repousavam no topo da pirâmide sempre encontravam alguma maneira de se manter no topo, ou até subir mais, e é óbvio que uma empresa do tamanho da Apple não iria deixar de fazer o mesmo.





Produtos como Playstation 5 sofrem de baixo estoque por conta da crise de chips, mas como a Apple conseguiu produzir enquanto outras não tinham como? Segunda reportagem publicada pela Reuters revela que a Apple conseguiu ter prioridade dentre as demais empresas de tecnologia pois ela compra muito, e de alta qualidade, assim as principais fábricas preferem vender, antes de tudo, para ela.


Essa situação toda rende bastante debate, e mesmo vendo de maneira positiva ou crítica o crescimento da Apple, é uma prova de que é possível se manter de pé, ou até mesmo crescer, em meio de tempestades.



Quer ficar por dentro de várias notícias sobre mistérios, curiosidades e tecnologia? Acesse o nosso canal do Portal neoNews no Telegram, ou conheça nosso Instagram!

Sem Título-1 (1).jpg
versao_branca.png
Conteúdos originais produzidos de ponta a ponta pela vertente de entretenimento construída pela neoCompany que reúne o que há de melhor sobre uma gama de assuntos que com certeza vai te conquistar. Conheça o portal neonews e os neoriginals!