neonews Portal de notícias e entretenimento

Encapsulamento de medicamentos em impressora 3D é aprovado




A Food and Drug Administration, agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (FDA), aprovou recentemente o uso de medicamentos impressos em 3D no mercado americano.


O medicamento Spritam (Levetiracetam), que ameniza efeitos da epilepsia, já está sendo fabricado dessa forma. O método pode facilitar a deglutição dos medicamentos, permitindo a personalização de acordo com a necessidade de cada paciente, e proporcionando que em seu encapsulamento tenha até 1000mg de princípio ativo por comprimido.


Além de custo reduzido, e muita eficácia esse tipo de impressão também possibilita que o medicamento tenha camadas porosas, facilitando sua dissolução.


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), órgão responsável no Brasil, ainda não aprovou esse tipo de produção de medicamentos, então não há previsão para que a tecnologia será utilizada por aqui.


Fonte: Made in Space Brasil

Sem Título-1 (1).jpg
versao_branca.png
Conteúdos originais produzidos de ponta a ponta pela vertente de entretenimento construída pela neoCompany que reúne o que há de melhor sobre uma gama de assuntos que com certeza vai te conquistar. Conheça o portal neonews e os neoriginals!