neonews Portal de notícias e entretenimento

Doramas da Netflix: Streaming realiza investimento em 2021, e retorno das séries é alto

Neste ano, produções como Round 6 e Profecia do Inferno alcançaram audiência além daquela que já consome os dramas


(Netflix/Reprodução)


Em 2021, pelo menos no segundo semestre, não se falou sobre outra coisa na Netflix a não ser Round 6. A produção, que estreou no fim de setembro deste ano, catapultou o catálogo de doramas do streaming como um todo. A série, que aborda temas como competitividade, lucro, disparidades sociais e o próprio capitalismo, alcançou números nunca antes vistos na plataforma.


Nesse sentido, Round 6 (ou Squid Game no título em inglês) acumula hoje mais de um bilhão e seiscentas horas vistas na Netflix, de acordo com o ranking da companhia. No site Netflix Top Global, que calcula as produções mais vistas em certos períodos de tempo e países, o drama sul-coreano está com 1,650,450,000 horas (no cálculo de 28 dias de estreia que o site utiliza).



A bolha de fato estourou com os chamados k-dramas este ano. As produções, que já eram mais conhecidas dentro do público que as consome, atingiu patamares para fora da audiência convencional e ganharam o mundo. Vale ressaltar que, no investimento inicial, a Netflix deu à série um orçamento de US$ 21,4 milhões, o que equivale a R$ 117 milhões. Se comparado a outras produções do streaming, que por episódio demandam entre 8 e 10 milhões de dólares (The Crown e Stranger Things por exemplo), este valor é baixo.



Mas o conteúdo se pagou, e Round 6 ocupou o posto de produção Netflix mais vista da história do streaming. Hoje, a série já alcançou um grande público e conquistou fãs, e figura ao lado de La Casa de Papel, Bridgerton e outros na gama de sucesso da companhia.


No site de avaliações Rotten Tomatoes, o dorama está com 94% de aprovação da crítica, e a segunda temporada já está confirmada.




Profecia do Inferno sucedeu Round 6 no alcance da Netflix, e público vê catálogo vasto dentro do streaming


Profecia do Inferno foi outra produção sul-coreana que conquistou audiência. A minissérie de terror, baseada numa história em quadrinhos digital, ficou em 1º lugar na Netflix de diversos países, incluindo o Brasil. Parte disso pode ter relação com o hype de Round 6, e pela similaridade do suspense e thriller que ambas os dramas carregam (mesmo com enredos bem diferentes).


Uma segunda temporada ainda não foi confirmada, mas é possível que seja feita. O alcance do projeto foi amplo e atingiu expectativas de produção, e está na mira do streaming. E agora, meses depois do estouro de Round 6, a Netflix irá lançar a série de ficção científica "O Mar da Tranquilidade", que tem o ator Gong Yoo (o Vendedor de Squid Game) como um dos protagonistas.



A produção de doramas é um mercado constante e muito lucrativo, e junto com a música do K-Pop, movimenta o entretenimento sul-coreano de forma significativa. Na própria Netflix, o catálogo é diverso de estilos de histórias para acompanhar, e para os fãs das séries acima, algum projeto pode ser de gosto.




Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop e o mundo das séries? Acesse o canal do Portal neoNews no Telegram!

Sem Título-1 (1).jpg
versao_branca.png
Conteúdos originais produzidos de ponta a ponta pela vertente de entretenimento construída pela neoCompany que reúne o que há de melhor sobre uma gama de assuntos que com certeza vai te conquistar. Conheça o portal neonews e os neoriginals!